Posts tagged: estulticia

Intolerável agressão imperialista

A Força Aerea dos EUA vem de advertir que aceder á informação disponibilizada por wikileaks é um ato de espionagem.  A “razão” é que o material de dominio público en wikileaks é classificado como secreto e que a parte contratante da primeira parte é público a parte contratante da primeira parte da parte contratante é secreta e como não foi desclassificada como secreta pela primeira parte, pois isso: que vocé pode ser punido por espião.

Se quadra lho exprimem melhor aquí

Desde este blogue protestamos energicamente contra esta intolarável agressão das forças armadas do imperialismo. Essa lucidez é nossa. Os galegos somos os únicos habitantes do planeta que podemos razoar assim: Não ao imperialismo! Não a ingerência imbecil! A inteligencia é nossa e não da Força!

A ligação da ilustração não tem preço para os amantes do bizarro.

A derradeira lecção de Lavoisier

Não vou descobrir agora quem foi o pai da química moderna como ciencia. Com ele também estavam no mundo paraquímicos, alquímicos, homeópatas e magufos variados, mas esses não eram ciencia.

O que me chamou a atenção foi o facto do processo judiciário e morte do homem. Uma outra mostra de como existem imbéciles no campo revolucionário cos mesmos sintomas que tenhem os imbéciles reaccionários tam conhecidos nossos: mesianicos, irracionais, categóricos, autoinvestidos.

O preocupante é que os imbéciles tendem para o governar tudo. O que é isto? Que aos fraternais, racionais, escépticos, racionalistas e humildes nos cortem a cabeça!. Ía colar uma série de fotos de imbéciles, mas acho que não estou para brincos.

Insulto

O que se passa na Galiza e nos nativos e não nativos que a habitam por vezes faz que o raciocínio seja emocionalmente impossivel, daquela vou insultar: a próxima vez que um FDP defenda diante minha o que faz e o que se tem feito coa Cidade da Cultura, vou-lhe estampar os miolos com esta nova.

Do horrível perigo da leitura

Com esse título escreveu Voltaire um panfleto sobre a prevenção da Europa de sua época contra a difusión da razão escrita, levando-a a uma hipotética resistência turca contra a introdução da imprenta baixo um suposto edicto de um mufti.

Acho que Voltaire errou em sua crença de que a leitura faria aos homem mais livres. É suficiente com ver o que os índices de leitura de nossa sociedade e o acesso universal à educação conseguiram para ver que  cultura e liberdade não são dois termos de uma igualdade.

No entanto não se pode dizer que o panfleto não tenha seu humor visto desde nossa época.

Staypressed theme by Themocracy